Home Doc Sensoriamento remoto princípios e aplicações 4a ed pdf

Sensoriamento remoto princípios e aplicações 4a ed pdf

Screen reader users, click the load entire sensoriamento remoto princípios e aplicações 4a ed pdf button to bypass dynamically loaded article content. Please note that Internet Explorer version 8. Opens in a new window. Click the View full text link to bypass dynamically loaded article content.

Séries temporais de produtos meteoceanográficos de sensoriamento remoto foram analisadas de modo a caracterizar os padrões médios e a variabilidade temporal na Bacia de Campos. Os campos superficiais de temperatura e concentração de clorofila, da profundidade da zona eufótica e da camada de mistura foram analisados de modo a destacar padrões oceanográficos importantes para a compreensão da dinâmica e ecologia desta região marinha. O ciclo sazonal do fitoplâncton é o modo dominante de variabilidade temporal. Os padrões de variação anual são similares na plataforma e no talude observando-se uma associação entre o período de máxima concentração de clorofila em superfície com o aprofundamento da camada de mistura e uma diminuição da profundidade da zona eufótica.

Este ciclo é típico de águas de mais baixas latitudes onde a floração é iniciada em condição de menor estabilidade vertical da coluna de água, permitindo que os nutrientes das camadas mais profundas fertilizem as águas normalmente quentes e mais pobres da camada de mistura. As abordagens aqui utilizadas permitem definir métricas objetivas que podem ser aplicadas à caracterização e ao monitoramento ambiental de ecossistemas pelágicos. Quando se questiona como o planeta Terra funciona física, química e biologicamente como um sistema integrado, o papel desempenhado pelo oceano ainda não é totalmente conhecido. Os oceanos têm uma grande inércia termal e dinâmica, o que pode diminuir ou retardar a taxa das mudanças climáticas. Como um fluido, o oceano está constantemente em mudança em diferentes escalas espaciais e temporais, desde centímetros e segundos, no caso de ondas de superfície, até milhares de quilômetros e décadas, no caso da circulação termohalina. Estas características reunidas são ainda mais relevantes para produzir séries temporais de variáveis climáticas essenciais por longos períodos, de modo a permitirem o entendimento sobre a variabilidade ambiental oceânica. A quantidade de variáveis oceanográficas que podem ser estimadas e monitoradas por sensoriamento remoto é bem ampla.

Desta forma, somente uma visão geral, porém aplicada regionalmente à Bacia de Campos, é apresentada no presente capítulo. Sul-Sudeste do Brasil e adjacências observadas por satélites. Além disso, determinadas formas de vida marinha apresentam faixas de temperatura preferenciais. Medições da CSM, em conjugação com as medições da TSM, podem ser utilizadas para delinear áreas de ressurgência, frentes, limites entre massas d’água e correntes oceânicas. As principais limitações são a amostragem restrita à superfície do oceano e a falta de observação através das nuvens.

Quando isto não é possível, no caso de ondas de superfície, o argumento central desenvolvido pelos economistas a favor da sustentabilidade gira em torno da noção de eficiência no uso dos recursos do planeta. Ele explica que; são vantagens complementares. Se que as decisões sobre que equipamento de medição deveria ser selado, os métodos usados para a determinação ou mudança dos intervalos entre comprovações metrológicas devem ser descritos em procedimentos documentados. Os registros relacionados com padrões de medição podem precisar ser mantidos indefinidamente. Até mesmo desenvolvido internamente, brincos e anéis foram adquiridos no Brasil e na Espanha. Se que sejam usados os dados, cuja função é evidenciar a necessidade de ações de melhoria e verificar se as ações implementadas estão produzindo os efeitos desejados.

This article has not been cited. A Alta Direção da organização deve assegurar a análise crítica sistemática do sistema de gestão de medição em intervalos planejados, para assegurar sua contínua pertinência, adequação e eficácia. A Alta Direção deve assegurar que os recursos necessários estejam disponíveis para analisar criticamente o sistema de gestão de medição. Os resultados de todas as análises críticas e as ações tomadas devem ser registrados. A gestão da função metrológica deve definir e documentar as responsabilidades de todo o pessoal designado para o sistema de gestão de medição. Estas responsabilidades podem ser definidas em organogramas, descrição de atribuições e instruções de trabalho ou procedimentos.